Tudo o que você precisa saber para a escolha da plataforma LMS ideal

Tudo o que você precisa saber para a escolha da plataforma LMS ideal

Competitividade exige preparo. Isso não é segredo para ninguém. E quando falamos em desenvolvimento de pessoas, hoje, não basta que profissionais apliquem conhecimentos absorvidos na faculdade ou em empregos anteriores. A reciclagem deve ser constante.

É nesse contexto que a área de recursos humanos vem se mostrando cada vez mais estratégica para o crescimento de qualquer empresa, sendo responsável por aplicar, na rotina dos colaboradores, métodos, ferramentas e tecnologias capazes de levar a inovação ao centro das atenções.

O que isso significa? Para sair na frente da concorrência e crescer no menor tempo possível, qualquer organização precisa de gente apta a fazer melhor e diferente, todos os dias. Por isso, contar com uma plataforma LMS é uma ótima opção para aprimorar habilidades e competências, mas também criar um ecossistema de conhecimento.

Neste post, você vai descobrir quais são os recursos e o que você deve considerar no momento de contratar uma boa plataforma LMS. Continue acompanhando o conteúdo!

 

Primeiramente, saiba o que é LMS

Caso o termo ainda não seja do seu habitual, LMS é a sigla para learning management system, ou sistema de gestão da aprendizagem. Ou seja, uma ferramenta de LMS é um tipo de plataforma que permite a criação, aplicação e gerenciamento de cursos online no meio corporativo.

Muita gente também conhece o LMS como plataforma de ensino a distância, ou EAD, mas a atribuição correta desse termo é feita para o setor educacional.

Contar com uma boa plataforma vai transformar o processo de aprendizagem na sua empresa em algo muito mais dinâmico, simples e ágil. A possibilidade das interações via web e a flexibilidade de acompanhamento de trilhas de conhecimento conferem aos alunos facilidade na absorção dos conteúdos.

Por meio de métricas e acompanhamento diários, você pode, após o início, durante ou ao término de algum curso, controlar as atividades demandadas, entendendo o desempenho e gaps de conhecimento dos profissionais e até mesmo de equipes inteiras.

Agora, vamos conhecer o que contém um bom LMS?

 

O que você deve considerar em uma boa plataforma

Se ainda não tem, ou está insatisfeito com a plataforma atual da sua empresa, aqui vão algumas dicas do que é interessante relevar.

Primeiro, entenda quem é a sua audiência. Isso é extremamente importante para que compreenda os meios e tipos de conteúdo que mais funcionarão ao seu público, alinhando expectativas.

Seus funcionários preferem assistir cursos em plataformas móveis? Dão preferência a vídeos? Aplicar jogos que estimulem a competitividade funcionaria? São questões como essas que devem passar por sua escolha.

De qualquer forma, uma boa plataforma LMS deve oferecer recursos que estimulem o engajamento e interação das pessoas nos mais diversos formatos: videoaulas, redes sociais internas, fóruns, enquetes, biblioteca virtual e chat são alguns dos itens que não podem faltar.

Determine os seus objetivos de treinamento, considere a capacidade da sua equipe e avalie as possíveis limitações técnicas da ferramenta.

 

Os tipos de LMS do mercado

Depois de compreender a audiência, os objetivos da educação corporativa e os recursos necessários para uma rica aplicação, vale entender quais são os tipos de LMS disponíveis no mercado:

 

LMS na nuvem

As plataformas SaaS (Software as a Service) de LMS são, hoje, as mais disseminadas nas organizações.

A principal razão é que, ao contrário de softwares hospedados no próprio servidor da empresa, os em nuvem são atualizados pelo próprio fornecedor em relação à ferramenta, layout e features. Ou seja, você concentra esforços exclusivamente na criação dos cursos online, otimizando o tempo para o que realmente importa.

 

LMS instalável

Ainda existem no mercado algumas opções de LMS instaláveis, ou seja, hospedados no drive dos computadores. Além de mais custosos e de difícil manutenção, pois o fornecedor dificilmente fará algum tipo de customização ou ajuste constante, você muito provavelmente terá que pedir ajuda à sua equipe de TI para desenvolver os cursos ao longo do tempo.

 

Código aberto vs. fechado

Se você é uma pessoa que gosta de tecnologia e sabe desenvolver/programar, algumas plataformas oferecem a opção de código aberto. Geralmente, os instaláveis são os que vêm com essa alternativa.

Os softwares SaaS raramente disponibilizam o código aberto, mas, em contrapartida, os fornecedores desse tipo de ferramenta acompanham mais de perto as necessidades de mudanças ou criação de novos formatos para suas trilhas de conhecimento.

Outro ponto positivo é a integração com outras ferramentas. Apesar de conter código fechado, as plataformas LMS na nuvem comumente permitem integração com demais produtos.

Tudo o que você precisa saber para a escolha da plataforma LMS ideal
5 (100%) 1 vote