Storytelling: a arte de contar histórias é a nova linguagem dos vídeos

Navegando pelas mídias sociais, você já deve ter se deparado com propagandas, anúncios e ações de marketing que trazem personagens e narração de uma história inspiradora como forma de apresentar uma marca, uma empresa ou um produto.

Tendência? Com certeza. O storytelling (contar histórias) é a mais nova linguagem dos vídeos e vem para criar vínculos e dialogar com o público de forma mais próxima e eficiente.

O objetivo do storytelling é apresentar os valores e missão de uma empresa com criatividade, inteligência e de forma marcante. Com estrutura simples, a narração tem começo, meio e fim, personagens marcantes e um ápice emocionante – podendo ser dramático, cômico, motivacional ou qualquer que seja a expectativa do público-alvo para o qual a empresa/produto se direciona.

Para utilizar a técnica do storytelling é necessário entender o que o público quer e também, aprender sobre a empresa e/ou produto, definir qual seu trajeto e a história a ser contada. Nos vídeos, a preocupação com as imagens e com a edição é crucial para o sucesso do storytelling, tornando-o uma forma de conectar-se com o cliente.

A criatividade e sensibilidade com a qual o storytelling é feito são decisivos para o engajamento do público, que deve se identificar com as emoções transmitidas pelas histórias e sentindo-se instigado a conhecer mais sobre a empresa e seus produtos. As campanhas tornam-se, assim, formas de fidelizar o cliente à marca.

Por que utilizar as técnicas de storytelling?

Segundo pesquisadores da Universidade de Washington, não há ouvinte passivo – ao monitorar a atividade cerebral de um grupo de pessoas enquanto as mesmas liam histórias, foi possível observar que as áreas do cérebro se ativavam de acordo com o que é lido: quando personagens praticavam alguma ação, as regiões ligadas às funções motoras eram ativadas porém, quando havia a troca de cenários eram os neurônios conectados à visão. Logo, as situações apresentadas nas histórias nos causam sensações reais.

A técnica do storytelling, quando aplicada a vídeos institucionais, propagandas de produtos e anúncios, cria um laço emocional com o público-alvo, além de instigar a curiosidade deixando uma lembrança em suas mentes.

Por conta das relações emocionais despertadas pelo o storytelling, principalmente em conteúdos visuais, após a experiência o público expressa o que sentiu e quais foram as impressões imediatamente. Com as grandes mídias e as possibilidades hoje existentes, o conteúdo é compartilhado, gera comentários e integra o público.

Assim, o storytelling se mostra um recurso válido e que pode trazer resultados diferenciados para as empresas e para a venda de produtos. Cada vez mais utilizado, a nova linguagem busca mexer e conquistar clientes de forma mais contextualizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *