O poder visual: A era do vídeo

Você já parou para pensar que todos os dias somos bombardeados com estímulos visuais, o tempo todo? Seja alguma foto, um vídeo, um desenho, uma arte. Isso em geral acontece porque 40% das pessoas respondem melhor a estímulos visuais do que a um texto. As imagens são tão poderosas que o cérebro humano consegue processar estímulos visuais até 60 mil vezes mais rápido do que textos.

Numa era onde damos lugar a dispositivos cada vez menores, como tablets e celulares, e onde a internet nos conecta com qualquer pessoa, qualquer coisa, com eventos em qualquer lugar, a imagem ganha espaço para ser protagonista na hora de difundir conhecimento e informação, principalmente num formato que cativa a maioria das pessoas e permite estimular todos os sentidos por meio de vídeos.

 

De março de 2014 a março de 2015 o número de pessoas que assistem vídeos online por dia cresceu 40%, de acordo com dados do YouTube. O vídeo é uma nova linguagem que possuí múltipla utilidade e uma delas é o videolearning, que usa esse formato para o aprendizado, seja em escolas, em casa por hobby ou até mesmo nas grandes empresas.

As companhias estão investindo cada vez mais no formato de vídeo para treinar seus colaboradores por ser uma plataforma acessível a maioria (você pode ver um vídeo no computador da empresa, no seu celular, no tablet na sua casa), além de ser prática já que pode ser revista diversas vezes. As pesquisas indicam que em geral, os colaboradores são 75% mais propensos a assistir a um vídeo do que ler um documento, e-mail ou artigo da web.

[youtube v=”keasiIF7BEM”]

 

O aprendizado na era digital precisa ser revisto, hoje recebemos muitas informações de todos os lados a todo momento. O tempo de concentração não dura muito mais do que 8 segundos, segundo um estudo desenvolvido pela Microsoft em 2013. Por isso o vídeo tem se tornado um aliado das empresas onde 76% dos executivos de negócios já assistem vídeos no próprio trabalho pelo menos uma vez por semana, sendo que 40% deles assistem diariamente, de acordo com um estudo desenvolvido pela Cisco.

Agora, por que o vídeo cativa? Ele até prende mais a nossa atenção, mas como fazer com que ele nos envolva e nos faça aprender, refletir, entender a mensagem que ali está? Os vídeos contam histórias e elas são 22 vezes mais memoráveis do que os fatos isolados. Além disso, os vídeos são objetivos e, portanto, na maioria das vezes curtos e mais fáceis de recordar. Vídeos de aprendizado têm em média 3 minutos.

 

Essa técnica de videolearning já é muito difundida através do mobile learning, que é o local onde as pessoas querem aprender, no caso, em dispositivos móveis como celulares e tablets. De acordo com a Teleco o Brasil possui 252 milhões de celulares, mais de 23 milhões de tablets e quase 9 milhões de internautas no país acessam a internet exclusivamente por meio desses dispositivos. Saiba um pouco mais do que se trata essa tendência do mobile learning aqui.

Para promover treinamentos por vídeo é importante que eles tenham alta qualidade e um bom conteúdo e a ISAT é especialista em produzir conteúdo em vídeo para treinamentos corporativos. A empresa tem também estúdios onde pode ser feito todo processo desde a produção do conteúdo, roteiro, filmagem até a transmissão online.

Você já parou para pensar que todos os dias somos bombardeados com estímulos visuais, o tempo todo? Seja alguma foto, um vídeo, um desenho, uma arte. Isso em geral acontece porque 40% das pessoas respondem melhor a estímulos visuais do que a um texto. As imagens são tão poderosas que o cérebro humano consegue processar estímulos visuais até 60 mil vezes mais rápido do que textos.

Numa era onde damos lugar a dispositivos cada vez menores, como tablets e celulares, e onde a internet nos conecta com qualquer pessoa, qualquer coisa, com eventos em qualquer lugar, a imagem ganha espaço para ser protagonista na hora de difundir conhecimento e informação, principalmente num formato que cativa a maioria das pessoas e permite estimular todos os sentidos por meio de vídeos.

 

De março de 2014 a março de 2015 o número de pessoas que assistem vídeos online por dia cresceu 40%, de acordo com dados do YouTube. O vídeo é uma nova linguagem que possuí múltipla utilidade e uma delas é o videolearning, que usa esse formato para o aprendizado, seja em escolas, em casa por hobby ou até mesmo nas grandes empresas.

As companhias estão investindo cada vez mais no formato de vídeo para treinar seus colaboradores por ser uma plataforma acessível a maioria (você pode ver um vídeo no computador da empresa, no seu celular, no tablet na sua casa), além de ser prática já que pode ser revista diversas vezes. As pesquisas indicam que em geral, os colaboradores são 75% mais propensos a assistir a um vídeo do que ler um documento, e-mail ou artigo da web. 

O aprendizado na era digital precisa ser revisto, hoje recebemos muitas informações de todos os lados a todo momento. O tempo de concentração não dura muito mais do que 8 segundos, segundo um estudo desenvolvido pela Microsoft em 2013. Por isso o vídeo tem se tornado um aliado das empresas onde 76% dos executivos de negócios já assistem vídeos no próprio trabalho pelo menos uma vez por semana, sendo que 40% deles assistem diariamente, de acordo com um estudo desenvolvido pela Cisco.

Agora, por que o vídeo cativa? Ele até prende mais a nossa atenção, mas como fazer com que ele nos envolva e nos faça aprender, refletir, entender a mensagem que ali está? Os vídeos contam histórias e elas são 22 vezes mais memoráveis do que os fatos isolados. Além disso, os vídeos são objetivos e, portanto, na maioria das vezes curtos e mais fáceis de recordar. Vídeos de aprendizado têm em média 3 minutos.

 

Essa técnica de videolearning já é muito difundida através do mobile learning, que é o local onde as pessoas querem aprender, no caso, em dispositivos móveis como celulares e tablets. De acordo com a Teleco o Brasil possui 252 milhões de celulares, mais de 23 milhões de tablets e quase 9 milhões de internautas no país acessam a internet exclusivamente por meio desses dispositivos. Saiba um pouco mais do que se trata essa tendência do mobile learning aqui.

Para promover treinamentos por vídeo é importante que eles tenham alta qualidade e um bom conteúdo e a ISAT é especialista em produzir conteúdo em vídeo para treinamentos corporativos. A empresa tem também estúdios onde pode ser feito todo processo desde a produção do conteúdo, roteiro, filmagem até a transmissão online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *