Medindo o impacto comercial da aprendizagem

Medindo o impacto comercial da aprendizagem

fonte: LEO Learning

por Kathryn Nixon

O Diretor de Design Estratégico da LEO Learning, Andrew Joly, realizou recentemente um webinar com o Learning Skills Group. Este encontro foi marcado por diversas histórias reais e relacionáveis sobre como alguns profissionais de L&D estão atualmente medindo o impacto comercial da aprendizagem. Mais importante, a sessão revelou a lacuna entre onde os participantes estão e onde eles querem estar em termos de medição.

A pesquisa da LEO Learning sobre como medir o impacto comercial da aprendizagem forneceu alguns insights fascinantes sobre as expectativas e os desafios que o setor de Learning & Development está enfrentando quando se trata de medição.

As descobertas deste ano mostram um aumento de 71% nos entrevistados que disseram que sentem pressão de seus executivos para mensurar seus programas de aprendizado, bem como um aumento acentuado no número de profissionais de L&D afirmando acreditar que é possível medir o impacto da aprendizagem.

Ao mesmo tempo, um número significativo disse que não sabia por onde começar sua jornada de medição: esta tendência é ecoada pelo relatório “Potencial de Desbloqueio” da Towards Maturity, que mostra uma lacuna de habilidades significativa em torno da coleta e análise de dados, mesmo em organizações de alto desempenho.

 

Medindo o impacto comercial da aprendizagem: o que está acontecendo “no chão”

Esta tensão entre a pressão executiva, o entusiasmo por começar a trabalhar esta estratégia, a questão dos dados e das ferramentas para conquistar resultados foi colocada em foco durante a discussão do webinar.

Por meio de uma série de perguntas, convidamos os participantes a compartilhar seus esforços de mensuração atuais, onde desejam estar e como acessam dados de medição no momento.

O resultado foi uma discussão animada e instigante que forneceu um instantâneo fascinante da realidade do cenário de medição da aprendizagem em L&D.

 

Como você está medindo atualmente o impacto comercial da aprendizagem em sua organização?

Ficou claro em nossa discussão que muitos participantes estão atualmente utilizando formas mais tradicionais e qualitativas para a medição do aprendizado, como questionários de “carinhas felizes” ou pesquisas on-line que solicitam feedback aos alunos sobre o aprendizado, por exemplo:

“Questionários de “felicidade” nível 01, então temos um longo caminho a percorrer também.”

“Além de perguntar, não fazemos mais nada. Avaliar o impacto da aprendizagem foi declarado como sendo o elefante na sala.”

Em um indicador da influência de novas abordagens, um pequeno número de entrevistados relatou o uso de métodos mais avançados de coleta:

“Estamos olhando para análises, mas no momento eu não acho que sabemos o que elas estão nos dizendo.”

“Desenvolver modelos lógicos e depois construir uma lista de medidas em torno daquelas que podem ser coletadas.”

O modelo de avaliação de aprendizagem de Kirkpatrick surgiu quase imediatamente na discussão. Este modelo, que data de 1953, ainda parece ser um ponto de referência para muitos.

O modelo de “Cadeia de Evidências” da LEO Learning segue aspectos do modelo de Kirkpatrick, no sentido de que se concentra em áreas-chave do continuum de efeitos, do engajamento com a aprendizagem, até o impacto das mudanças nos negócios.

A abordagem da Cadeia de Evidências reconhece que uma visão holística da avaliação da aprendizagem deve incluir a captura do engajamento do aluno e os aspectos da compreensão do conhecimento e das habilidades.

Na LEO Learning entendemos que medir as mudanças de comportamento e impacto nos objetivos de negócios é agora o foco principal e a aspiração de muitos líderes de L&D. É por isso que nossa abordagem também analisa a mudança no comportamento de desempenho em indivíduos e equipes, bem como observa o impacto no desempenho dos negócios (em muitas formas diferentes).

 

Como você quer medir o impacto comercial da aprendizagem e entregar resultados à sua diretoria?

Como os resultados da nossa pesquisa sugerem, existe um verdadeiro entusiasmo em avançar no desenvolvimento de uma imagem forte sobre o impacto comercial da aprendizagem. E isso também ficou evidente nas respostas à nossa pergunta sobre o que os participantes querem entregar aos seus superiores no futuro próximo.

É claro que a única coisa que esses profissionais de L&D querem é demonstrar uma forte relação entre suas soluções de aprendizado, o desempenho dos funcionários e os resultados empresariais:

“Evidência clara de que o aprendizado e o desenvolvimento estão causando um impacto positivo no desempenho”.

“Como (aprender) melhorou o desempenho em toda a empresa, ou seja, crescimento, transformação, lucratividade e produtividade.”

Para muitos, o objetivo era ser capaz de medir mudanças de comportamento e desempenho, produtividade e eficiências operacionais, e relacioná-las a resultados de negócios e KPIs.

 

Quais fontes de dados você aproveita – além do seu LMS?

Foi encorajador que tanto o serviço xAPI quanto sistemas de armazenamento de dados foram mencionados pelos participantes – mostrando que algumas organizações estão fazendo grandes progressos em suas jornadas de mensuração.

No entanto, a maioria observou que as pesquisas costumam ser usadas para coletar feedback de alunos e outras partes interessadas, como gerentes operacionais. Outros métodos, como entrevistas com alunos e grupos focais, também foram mencionados.

A frustração com essas fontes de dados foi que, uma vez que os dados foram coletados, era difícil analisá-los e usá-los para demonstrar o impacto nos negócios.

“… recebemos pesquisas, mas é muito difícil avaliar o impacto do aprendizado em termos de desempenho ou impacto nos negócios.”

 

xAPI e Learning Record Stores: parceiros poderosos

Nossos parceiros da Watershed demonstraram que, quando você utiliza o poder do xAPI, pode aproveitar quase todos os tipos de dados e canalizá-los para um único local: o LRS (Learning Record Stores), um poderoso sistema de armazenamento de dados.

Depois de coletar esses dados, você pode começar a criar um quadro robusto de seu desempenho de aprendizado: passado, presente e futuro. Este tipo de abordagem de medição é a aspiração de muitas organizações. A chave para muitos profissionais de L&D continua a ser apenas “começar” esta jornada.

Seja analisando suas fontes de dados, aproveitando padrões como SCORM ou xAPI ou projetando uma estratégia de medição de MVP, quanto mais rápido você começar, mais cedo você atingirá a meta de demonstrar impacto real nos negócios.

 

Medindo o impacto comercial da aprendizagem
5 (100%) 1 vote

Related Posts