FIQUE POR DENTRO OS ESTÁGIOS DE MATURIDADE DA GESTÃO DE APRENDIZAGEM

Baseado na ideia de que os sistemas organizacionais evoluem à partir de estágios, o estudo relacionado ao desenvolvimento das organizações gerou algumas teorias. O intuito foi compreender a dinâmica de maturação das empresas.

Atualmente sabemos que as empresas necessitam criar processos organizacionais que facilitem seu funcionamento. Assim como as demais áreas, a gestão de pessoas também sofre esse impacto. E o modelo chamado People Capability Maturity Model ou P-CMM tem ganhado espaço significativo mas empresas. O termo foi criado em 1995, porém só foi publicado em livro em 2001.

Essa classificação faz com que as empresas possam identificar sua posição em relação as demais, bem como, definir os próximos passos em seu desenvolvimento.

Expandindo suas habilidades na melhoria contínua de seu planejamento, garantindo a qualidade nos processos organizacionais.

São cinco as etapas do P-CMM:

Esse tipo de modelo tem como objetivo principal tornar os processos efetivos.

Porém, antes de começar algumas reflexões são importantes:

– Onde estou?

– Será que falta muito para minha empresa atingir outro estágio?

– Onde quero chegar?

Apesar de criado para avaliação das capacidades de prestadores de serviços na área de desenvolvimento de softwares, o modelo se proliferou em outras áreas.

Todo a evolução do CMM foi fundamentada em outro modelo desenvolvido por Crosby, empresário e autor de diversos livros sobre práticas de gerenciamento.

O CMM e o LMS (Learning Management System)

Atualmente, uma grande parte das empresas utilizam uma plataforma para gerenciamento das informações e materiais relativos ao desenvolvimento de seus colaboradores.

Denominadas LMS, essas plataformas de aprendizagem facilitam o acompanhamento de toda metodologia aplicada pela companhia. A análise varia desde o tempo gasto em cada material até a jornada percorrida pelo funcionário. Já a aplicação dos resultados dependerá dos objetivos da empresa e de seu plano de negócios.

As técnicas descritas acima, conhecidas como BigData Analytics, são utilizadas para por exemplo, verificar porque há uma grande variação na performance de vendas.

No LMS também utilizamos o modelo de maturidade, porém no quadro abaixo o autor, Josh Bersin, uniu as duas primeiras etapas:

 E sua empresa sabe em qual nível está?

Fontes:

http://www.anpad.org.br/admin/pdf/GPR-A601.pdf

The Ever Changing State of the Learning Technology Industry

Fique por Dentro Os estágios de maturidade da gestão de aprendizagem
Avalie o Post