+55 19 | 2514-9900

Como utilizar videoaulas em treinamentos

A utilização de videoaulas é muito eficaz no ambiente de aprendizagem. Uma vantagem interessante é que esse tipo de ferramenta pode ser facilmente combinado com outras formas de apresentação de conteúdo e de interação, como fóruns de discussão on-line ou videoconferências.

Mas como usar videoaulas no seu treinamento corporativo? Veja, agora, algumas dicas e estratégias:

 

  1. Escolha do Formato

Escolha se vai trabalhar com animação, cenas ao vivo, apresentador em estúdio, ou mesmo um passo a passo com ilustrações. A natureza das informações que devem ser passadas apontará os recursos mais indicados.

Nessa hora, também devem ser consideradas as características dos colaboradores que serão treinados. Entender seus hábitos, potencialidades e expectativas ajuda a definir a melhor forma de trabalhar o conteúdo audiovisual.

 

  1. Crie um roteiro eficaz

A colaboração de especialistas internos na hora de criar o roteiro é fundamental. Afinal, videoaulas devem refletir a identidade e os reais desafios do negócio. Por isso, procure os experts e inclua-os no projeto.

Reflita, também, sobre os tempos de cada uma das videoaulas, não podem ser muito longas, pois podem comprometer a qualidade dos materiais e o engajamento. Caso o conteúdo seja muito extenso, vale estudar uma estruturação em capítulos, ou módulos.

 

  1. Contextualize

Videoaulas permitem entender a realidade sem necessariamente vivenciá-la. Por isso, independente dos recursos que serão escolhidos, é importante trabalhar com cenários reais e que traduzam as situações do dia a dia da equipe.

Além disso, o profissional escolhido como apresentador, assim como suas falas elaboradas no roteiro, deve estar alinhado à linguagem do público.

 

  1. Uso de Textos

A maioria das videoaulas usam textos (letterings) para reforçar informações e garantir a atenção dos colaboradores aos pontos mais relevantes do treinamento. Esse recurso é interessante e faz com que o conteúdo seja duplamente fixado. Mas nada de textos longos, prefira textos bem curtos ou palavras chaves para fornecer informações adicionais.

Por outro lado, tenha cuidado com textos diferentes do que diz a fala. Mesmo que sejam informações complementares, isso pode confundir bastante a cabeça de quem está assistindo, que não saberá se presta atenção no que está lendo ou ouvindo.

 

  1. Uso de gráficos

Infográficos e outros tipos de ilustrações são sempre muito bem vindos em videoaulas. Mesmo materiais que não são animações podem incluir gráficos ao longo do aprendizado.

Elas podem aparecer sobre, ou ao lado das cenas, dando vida a algum conceito teórico que está sendo explicado. Ou então, surgirem entre cenas de atividades reais, sem a presença de outros elementos, para apresentar alguma informação mais detalhada, difícil de ser representada com imagens em campo.

 

Fale agora mesmo com um de nossos especialistas e tenha um treinamento corporativo que engaje seus colaboradores!